Zé Urbano

Loading...

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

O princípio de tudo

Oh! pobres mortais!!
jogai fora vossos princípios
pois nos tempos de agora...

quem tá fora não entra
quem tá dentro não sai!!!!

DITADURA

VIVA A DITADURA!!!!!!!!!!!


Disse a velhinha,com a mão no pintinho,
quando sentiu a ereção do velhinho!!

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Nada muda
quando o poeta fica mudo!
Nada mudará
enquanto o poeta se calar!

Tudo se renova
quando o poeta rima e trova!
Tudo se renovará
enquanto o poeta nos fizer pensar!

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Poema ingrato

(réplica escrita pelo Chaplin ao meu: "Poema Político" )


Ah! Meu senhor do colarinho branco!
Seda na gravata e Rolex no braço!
Tua carne gorda e verbo franco,
teu discurso rico em cada traço.

Tua máscara é teu próprio engano,
e tua soberba cairá com os ventos;
não consegues ver teu ego insano
onde fervilham vermes fedorentos!

Os inocentes famintos, desdentados,
um dia cobrarão dente por dente;
analfabetos com os olhos vazados
te mostrarão cada grão, cada semente!

Os pobres entristecidos, mas em paz,
te verão dando o braço a satanás.

Palimpsesto

Ele acreditava que pedir desculpas
apagaria tanto ressentimento
mas, do mundo, nem todas as escusas
apagariam aquele sentimento

que foi lapidado com o tempo
através de palavras sem lei,
de ações e contratempos
de um janota metido a rei.

Palavras gravadas na alma
ficam como lápides... perpétuas.
Apagar com o giz da mea culpa?
Não! Se tu dissestes... são tuas!!!

APOSTASIA

O CARA ERA TÃO APÓSTATA
QUE ACABOU ACREDITANDO EM NADA...

POEMA POLÍTICO

(Repito este em homenagem aos nossos queridos políticos)


Ah! Caro senhor...
Deixa de opulência
pois tua carne gorda
verte indecência.
Teu cargo distinto
não passa em exame.
Teu mau caráter disfarçado
já tem destino certo.
Em tua esmerada aparência
nada é definitivo.
Enganas mais a ti
do que a mim mesmo
Não gostaria de ficar a sós
contigo no deserto,
eu morreria de sede,decerto.
E, se Deus topasse contigo
providenciaria teu decesso.
És pária, filho da culpa!
Distrais os inocentes
e trais teus pares.
Rezo para queimares
na tua única casa
que é o inferno!

domingo, 12 de setembro de 2010

Palhaço

De sorriso em sorriso
ele conheceu a tristeza...
De lágrima em lágrima
ele perdeu a alegria...
Converteu-se à pantomima
e não tirou mais a fantasia.

sábado, 11 de setembro de 2010

ESTRO

A moça era tão sutil...
que sumiu!
E eu tão arguto...
fiquei puto!
Como ela pôde ser tão perspicaz...
como um jazz!
Como ela pôde ser tão vil...
e me deixar assim... no cio!

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Sakineh e a pedra fundamental

Vou arrancar a tua burca
e trazer ao mundo a tua face
pois ele só viu os teus olhos,
presos nesse entrelace.

O mundo te quer inteira
sem correntes, sem enlaces
então liberta a tua alma faceira
e vive o agora, sem disfarce.

Mesmo que seja a tua vez primeira,
mesmo que seja assim tão fugace.
Dispensa logo essa parteira!
Deixa nascer esse amor, vivace!!

Obs: Sakineh é a nova musa do apedrejamento no Irã.

domingo, 5 de setembro de 2010

O PARTO DO CONTRARIADO

Da série: "Nascendo é que se vive!")



Lá dentro era calmo, tão quentinho...
os melhores nove meses de uma vida trivial
tinha tudo que eu queria, bem pertinho,
à distância de um cordão umbilical!

Mas chegou a hora e não tive outra saída,
me ajeitei todinho, ( gostoso era o pré natal...)
e o médico disse: Faz mais força querida!
E lá fui eu pra essa vida tão fatal!

Saí engasgado de mim mesmo
e chorei de raiva e indignação!!
porque não me deixaram ali dentro?
Onde eu estava a salvo e são!!!

A puta que me pariu


-->

-->
A puta que me pariu!
(soneto do órfão parido)

Oh, divina vagina iluminada!
caminho quente, quase febril,
que deu à luz, essa coisa mal gerada,
quem foi a puta que me pariu?

Quero saber qual mãe tive
se foi mãe laica ou servil
se já morreu ou em mim vive
essa puta que se exauriu!

Oh, mãe de todas as desgraças
qual delas em mim serviu?
Me desfaz de todas as farsas

e me diz: qual puta de mim partiu?
mas só me diga se for o fino da raça,
quero valer à pena quem me expeliu!

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

"Comovo-me em excesso, por natureza e por ofício.
Acho medonho alguém viver sem paixões."


Graciliano Ramos

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

A arrogância é o disfarce da incompetência!!
Hoje o dia nasceu com saudades do amanhã....
Não venha botar razão na minha loucura;
já bastam os impostos que eu pago
pra parecer normal!!
Eu não estou velho!!!!
Estou jovem há mais tempo...
É tão dificil......

Se fossem só teus olhos seria fácil
mas vem a tua intenção com eles
e isso me tira o fôlego.
Se fossem só teus lábios seria fácil
mas vem esse beijo doce com eles
e eu fico trôpego.
Se fossem só teus seios seria fácil
mas vem a tranparência com eles
e eu me vejo bêbado.
Se fosse só o teu umbigo seria fácil
mas vem o paraíso seguindo teus pêlos
e eu tropeço.
Se fossem só teus joelhos seria fácil
mas vêm teus pés logo abaixo
e aí eu enlouqueço!!!!!!!!!!!!